30
Abr 13

Arranjar as unhas, dos pés e das mãos, é um processo que começa muito antes de escolhermos a cor do verniz que vamos usar, até porque, uma unha bonita é aquela que é linda de qualquer maneira: com ou sem esmalte.



Cuidados básicos:




Os cuidados com as unhas devem começar no corte. As unhas devem ser cortadas com as bordas sempre visíveis, fora da pele. Unhas encravadas advêm de cortes mal feitos. Na maioria das vezes, corta-se muito os cantos, pois esquece-se que os dedos se moldam de acordo com o formato da unha.






   
A forma correta de limar as unhas é de fora para o centro. Esse movimento impede que as unhas se tornem quebradiças e fracas.


  
Evite o uso abusivo da água, em tarefas domésticas, como por exemplo, lavar a louça sem luvas. Aliás, deve aproveitar esse momento para hidratar as mãos, usando um creme para o efeito, antes de por as luvas.

Segundo os dermatologistas, não é recomendável remover a cutícula. Deve-se apenas tirar os excessos, visto que a cutícula protege o espaço vazio entre a unha e a pele do dedo. O ideal é empurrar a cutícula. Ao invés de retirar a cutícula, apenas empurre o excesso. Assim, as unhas ficam protegidas evitando contaminações, através de bactérias.


Não mude de verniz a toda a hora. O ideal é não ultrapassar, uma vez, por semana. É que, esse processo, repetido em demasia, pode desidratar as unhas e fazê-las secar e descamar.

Use sempre removedores de verniz sem acetona, que seca as unhas.


Prefira creme ou algodão embebido em água para amolecer a cutícula, em vez de mergulhar a mão na água morna, por muito tempo, pois as unhas absorvem o líquido e mudam ligeiramente de formato. Mais tarde, quando a água evapora, retomam o formato normal. Mas, o movimento, pode causar lasquinhas no esmalte aplicado.

Hidrate. As unhas e as cutículas também precisam de hidratação. Tenha sempre consigo um creme, de preferência que inclua, na sua composição, ureia e ácido salicílico.






Também é bom saber que…

Ir para a praia ou para a piscina é muito bom, mas danifica o acabamento da manicure. A água salgada, ou a água clorada, normalmente, retiram o brilho do esmalte. Para fugir desse problema, invista nos vernizes de gel. O efeito fica perfeito por 15 dias! (Mas este assunto será desenvolvido noutro artigo).


Uma das causas das unhas quebradiças pode ser o seu ressecamento. Uma sugestão é passar base fortificante, óleos e cremes adequados para hidratá-las. (Há quem aconselhe passar regularmente, óleo de amêndoas doces, ou mergulhar as unhas em azeite, durante uns bons minutos.).




É importante ficar alguns dias, por mês, sem esmalte. Deste modo é possível hidratar e lubrificar as unhas, dos pés e das mãos.




Há quem aconselhe usar nas unhas vaselina para hidratar e passar vinagre e/ou creme Vicks, massajando as unhas, sem verniz, garantindo que tem uma ação anti-fungos...



No caso de unhas descoladas, muito lascadas, amareladas, esbranquiçadas, ou com qualquer outro aspeto, fora do normal, é imperioso recorrer a profissionais de saúde, visto que pode ser sinal da existência de um problema mais grave, que só através de um exame clínico, ou laboratorial, poderá ser diagnosticado corretamente. E, para o seu tratamento, é fundamental consultar um médico. Nalguns casos, é suficiente ouvir e seguir as recomendações de um farmacêutico.




Tenha unhas fortes e lindas!



publicado por Isabel Botelho às 16:36

Abril 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9


25
26

28


mais sobre mim
pesquisar
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

blogs SAPO