20
Abr 14
De todos os símbolos, o ovo de Páscoa é o mais esperado pelas crianças.

Nas culturas pagãs, o ovo simbolizava começo de vida. Os povos costumavam presentear os amigos com ovos, desejando-lhes boa sorte. Os chineses já costumavam distribuir ovos coloridos entre amigos, na primavera, como referência à renovação da vida.

Existem muitas lendas sobre os ovos. A mais conhecida é a dos persas: eles acreditavam que a terra havia caído de um ovo gigante e, por este motivo, os ovos tornaram-se sagrados.

Os cristãos primitivos do oriente foram pioneiros no uso dos ovos, como consequência
 do jejum da Quaresma. Como era proibido comer ovos durante a Quaresma, eles eram trazidos para a mesa no dia da Páscoa, e pintados com cores alegres para simbolizar a alegria dos cristãos pela Ressurreição de Cristo. Foram também os primeiros a dar ovos coloridos na Páscoa simbolizando a ressurreição e o nascimento para uma nova vida.  Esse costume já surge na igreja primitiva, não apenas usual entre os povos latinos, mas também nas igrejas orientais. O ovo simboliza também uma nova criação da humanidade por Jesus Cristo que ressuscitou dos mortos. 

 

Nos países da Europa costumava-se escrever mensagens e datas nos ovos e doá-los aos amigos. Em países, como na Alemanha, o costume era o de presentear as crianças.
Na Arménia decoravam ovos ocos com figuras de Jesus, Nossa Senhora e outras figuras religiosas.
Pintar ovos com cores da primavera, para celebrar a Páscoa, foi um costume adotado pelos cristãos, nos século XVIII. A igreja doava aos fiéis os ovos bentos.

A substituição dos ovos, cozidos e pintados, por ovos de chocolate, pode ser justificada pela proibição do consumo de carne animal, por alguns cristãos, no período da quaresma.

A versão que reúne maior consenso, é a de que, com o desenvolvimento da indústria do chocolate, em 1830, em Inglaterra, fez com que o consumo de ovos de chocolate aumentasse.
Razões Para Comer Ovos:
- Possuem um alto valor nutricional. Um ovo tem 13 nutrientes essenciais em quantidades variadas necessários para o bom funcionamento do organismo, incluindo proteínas de alto valor biológico, colina, ácido fólico, ferro, zinco. Tudo isso por apenas 75 calorias. Ovos são importantes para as dietas de emagrecimento, força muscular, funcionamento do cérebro, a saúde dos olhos e muito mais.

Um ovo grande contém 6g de proteínas, quase metade delas está na gema. Tem 4,5 g de gorduras (7% das necessidades diárias), somente um terço desta é gordura saturada. Não contém gordura trans.

- Controle de peso: Proteínas de alta qualidade dos ovos contribuem para a sensação de saciedade prolongada e para manter a energia do organismo
Manutenção da força muscular e redução da perda de massa muscular: Pesquisas indicam que proteínas de alta qualidade produzem força muscular e ajudam a prevenir a perda de massa muscular em pessoas idosas.

- Gestação saudável: A gema do ovo é excelente fonte de colina, um nutriente essencial que contribui para o desenvolvimento do sistema nervoso central do feto, importante para a prevenção de anomalias fetais. Dois ovos provêem cerca de 250 miligramas de colina, ou seja metade das necessidades diárias para uma mulher gestante ou amamentando.

- Fundação cerebral: A Colina também é muito importante para a função cerebral em adultos, mantendo a estrutura das membranas celulares. É componente chave para a neuro-transmissão, que é responsável por transmitir as “mensagens” do cérebro através dos nervos para os músculos.

- Saúde da visão: Luteína e Zeaxantina, dois anti-oxidantes encontrados no ovo, ajudam a prevenir a degeneração macular, que é a causa principal da cegueira dos idosos. Apesar de possuir quantidade pequena dos dois nutrientes, pesquisas demonstram que a luteína dos ovos é mais bio-disponível que a luteína de outros alimentos.

Mitos acerca do colesterol:
Deve-se restringir ou não a quantidade de ovos que consumo?
Não, hoje não existe recomendaçóes para limitar o consumo de ovos para pessoas saudáveis Algumas pessoas têm receios, pelas informações incompletas do passado, em função do conteúdo de colesterol existente naquele alimento. Porém, hoje em dia pensa-se que o consumo de gorduras saturadas é pior no aumento dos níveis de colesterol no sangue que o colesterol da dieta normal e equilibrada. De acordo com especialistas, o ovo contém quantidades muito baixas de gorduras saturadas (1,5g das 5,5g de gorduras insaturadas). Na dúvida, consulte sempre o médico, pois cada caso é um caso!
Isabel Botelho
publicado por Isabel Botelho às 21:00

Abril 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

14
15
16
17
18
19

22
24
26

27
29
30


mais sobre mim
pesquisar
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

blogs SAPO