13
Mai 13
Os Pastorinhos de Fátima, também chamados, "Os Três Pastorinhos", foram as três crianças portuguesas que viveram e testemunharam as chamadas aparições de Fátima, ocorridas nos anos de 1916  1917, na Cova da Iria.



Reza a História que, no dia 13 de Maio de 1917, três crianças, Lúcia de Jesus dos Santos, de 10 anos, Francisco Marto, de 9 anos, e Jacinta Marto, de 7 anos, afirmaram ter visto "...uma senhora mais branca que o Sol", sobre uma azinheira, de pouco mais de um metro de altura, quando apascentavam um pequeno rebanho na Cova da Iria, lugar de Aljustrel, pertencente ao concelho de Ourém, em Portugal. Até então, a aparição teria sido designada, por eles próprios, como sendo "um Anjo", que já tinham visto, por três vezes.


Lúcia via, ouvia e falava com a aparição; Jacinta via e ouvia; e Francisco apenas via, mas não a ouvia.
As aparições repetiram-se, no espaço de cinco meses, e seriam portadoras de uma mensagem ao mundo. A 13 de Outubro de 1917, a aparição disse-lhes ser a Nossa Senhora do Rosário.
Os relatos destes acontecimentos foram redigidos pela Irmã Lúcia, a partir de 1935, e constam em quatro manuscritos, habitualmente designados por Memórias I, II, III e IV.
Os pastorinhos testemunharam, durante o ano de 1916, a um total de três aparições de um Anjo, identificado como Anjo da Paz ou Anjo de Portugal. O relato destas aparições permaneceu em segredo até 1937, até que Lúcia as divulgou, pela primeira vez, na obra intitulada: Memórias da Irmã Lúcia I. A narrativa é a mais completa dos acontecimentos ocorridos. O texto definitivo das orações e afirmações do "Anjo" foi, posteriormente, publicado na obra Memórias da Irmã Lúcia II, obra escrita e apresentada no ano de 1941.
Em 1917, Lúcia, Francisco e Jacinta assistiram a seis aparições de Nossa Senhora, que ocorreram entre 13 de maio e 13 de outubro.

"Não tenhais medo!" - uma mensagem proferida pela Senhora, aquando das aparições - é o lema das celebrações, no Santuário de Fátima, este ano de 2013 em Portugal, ano em que Sua Santidade, o Papa Francisco, consagra o seu pontificado a Maria, na figura de Nossa Senhora de Fátima.
publicado por Isabel Botelho às 10:37

Maio 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
11





mais sobre mim
pesquisar
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

blogs SAPO