21
Abr 13

Os vestidos são das minhas peças de vestuário preferidas, para não dizer que é a minha peça de eleição. São confortáveis, e muito versáteis, bastando apenas mudar os acessórios, (meias, sapatos, lenços, casacos...) combinando com diferentes cores, em especial se o padrão for neutro ou liso, e o visual torna-se, automaticamente diferente.









Vestido amarelo da Hoss Intropia

Nas tendências de moda feminina os vestidos, atualmente, reinam em absoluto, e aparecem em todos os desfiles de moda, sejam de primavera/verão, ou de outono/inverno, como grande opção, no guarda roupa feminino.















Da loja Imprevisível, em Ponta Delgada


É a peça de maior expressão de feminilidade do guarda roupa feminino e a cada temporada aparecem com mais formas, padrões, materiais e cores.




Blazer  da Decénio; colar da Lanidor; malinha Valentino, da ML Bolsas; collans com brilho, tipo lycra, com costura atrás, da Calzedonia; sapatos Patrícia Pepe, da Imprevisível.













publicado por Isabel Botelho às 22:54

 

ORIGEM DO PERFUME

O registo dos mais antigos frascos de perfume revelou que os perfumes já existiam no ano 5000 A.C.

 

Os povos antigos usavam o fumo da combustão de madeiras, ervas e especiarias para, como era costume dessa época, executarem rituais de contacto com os deuses e também como forma de espantar espíritos malignos.
Nas cerimónias religiosas era também normal fazer-se a queima de plantas raras pois acreditava-se que o fumo ascendia aos céus e chamava a atenção aos deuses. Usava-se desde o sândalo, a mirra, o incenso e a canela, até ao cálamo e ao cedro do Líbano.
Estes hábitos seculares explicam a origem da palavra perfume, que deriva do latim “Per Fumum” que significa “através do fumo”.


O primeiro povo a ter uma utilização regular dos perfumes foi o povo Egípcio. 

No Egipto os perfumes eram fabricados pelos sacerdotes dos templos, de forma artesanal, que os utilizavam nos seus rituais diários.

212: Um dos perfumes mais vendidos. Gosto. É um dos que tenho em uso!

Sabe-se que a rainha Cleópatra tinha o hábito de perfumar os pés com um líquido preparado com extratos de amêndoa, canela, flores de laranjeira e mel e costumava untar as mãos com um óleo feito de rosas e violetas.


Até as múmias egípcias eram ungidas com várias misturas de ervas aromáticas, durante o seu embalsamamento.


Muitas embalagens são autênticas obras de arte.


Na Grécia foi criada uma técnica própria de perfumaria, pois os gregos ao mergulharem flores e ervas em óleo e em vinho, descobriram, talvez sem querer, a arte de macerar para extrair os aromas.
                                                                                               

ARMANI CODE: Um dos meus favoritos!



Valentina

 

A civilização Romana era grande apreciadora de aromas perfumados, usando diversas essências nas mais diversas situações.



Miniaturas da coleção Britney Spears


Aliás, os romanos pertencentes à nobreza possuíam escravos para os massajarem e untarem com essas essências.



Nem a tradição cristã escapou ao “poder” do perfume, pois uma das oferendas que os Reis Magos trouxeram para oferecer a Jesus foi o incenso.










Quanto à Europa, foi durante a época renascentista que as fragrâncias, os bálsamos e as loções passaram a ser produtos indispensáveis para as pessoas mais ricas.





BURBERRY Weekend, uns dos meus eleitos: está sempre a cabar. Deve ser por ser "weekend!...




Curiosamente, foi só no final do século XVIII que o perfume começou a ser associado à sedução e, foi só no século seguinte, que o perfume passou a passear-se lado a lado com a moda, numa relação tão íntima que se mantém até aos dias de hoje.
Isabel Botelho
publicado por Isabel Botelho às 17:51


Sabe mesmo o que é um esfoliante?


Da Body Shop, da linha Vitamina C. Uso semanalmente.

"Um esfoliante é um produto que realiza uma microabrasão (polimento) na pele, física ou quimicamente, removendo parcialmente a camada córnea (formada por células mortas) e o manto lipídico (responsável por reter a humidade da pele)", responde a dermatologista Silvia Zimbres (SP).

Da Body Shop, da linha Vitamina C. Uso semanalmente.


De acordo com a dermatologista Paula Cabral, da Clínica Hagla (RJ), o esfoliante remove as impurezas da camada externa da pele e ainda promove uma melhora da textura da cútis.

Da Body Shop, da linha Vitamina C. Uso semanalmente.

Quando esfoliar a pele não use de demasiada força, nem insista muito na mesma zona.

Pode usar-se uma esponja adequada, que ajuda no processo de esfoliação da pele.

"Toda a esfoliação torna a pele mais receptiva aos princípios ativos dos cosméticos. Mas vale salientar que a esfoliação em excesso pode danificar a pele, pois o atrito constante retira a proteção da mesma e pode ainda machucar a cútis", aponta a especialista.



Esfoliante corporal da Oriflame
   

Todavia, tome cuidado com os esfoliantes. Segundo a dermatologista Meire Parada, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SP), o creme esfoliante não é essencial para todos os tipos de pele, pois em alguns casos, o creme pode ausentar a oleosidade que protege a pele de fungos ou bactérias. "Se a pele for oleosa e realmente precisar de uma esfoliação, o recomendado é aplicar o creme a cada 15 dias", indica.

Esfoliante corporal da Oriflame
   
Ambas as especialistas concordam que o maior erro é na força da aplicação. Antes de aplicar, lembre-se que a ação esfoliante já está no creme e não na intensidade da aplicação. Uma aplicação muito forte pode danificar a pele, ou retirar mais do que deveria ser retirado.



"A esfoliação é importante para a pele oleosa, morenas e negras (pigmentação das camadas mortas é mais intensa)", recomenda Paula. "O ideal é humedecer a pele previamente e tentar evitar movimentos repetitivos na mesma área, a fim de evitar irritação", completa Silvia.


Fonte: Texto adaptado de corpoacorpo.
publicado por Isabel Botelho às 12:11



1792 - Tiradentes é executado e esquartejado. Seu nome consta no Livro de Aço do Panteão da Pátria e da Liberdade, sendo considerado Herói Nacional Brasileiro.

1960 - É oficialmente inaugurada a cidade de Brasília, substituindo Rio de Janeiro como a capital do Brasil.
1994 - Aleksander Wolszczan anuncia a descoberta dos primeiros exoplanetas.



Nasceram neste dia…
1851 - Sílvio Romero, literato brasileiro (m. 1914).
1864 - Max Weber, economista e sociólogo alemão (m. 1920).
1926 - Elizabeth II do Reino Unido.

Morreram neste dia…
1109 - Anselmo de Cantuária, filósofo italiano (n. 1033).
1946 - John Maynard Keynes, economista britânico (n. 1883).
2006 - Telê Santana, futebolista e treinador brasileiro (n. 1931). 

Fonte: Wikipédia
publicado por Isabel Botelho às 02:06





O consumo moderado de chocolate, em especial o preto, oferece uma lista de benefícios. E quanto mais cacau tiver na sua composição, tanto melhor.



1. Prevenção de doenças cancerígenas


Pesquisadores da Universidade de Georgetown, nos Estados Unidos, divulgaram, em 2008, que o chocolate pode ajudar a combater o cancro no intestino. Isso porque algumas moléculas presentes no cacau, chamadas de procianidinas, possuem propriedades antioxidantes, que supostamente  protegem as células das degenerações do tumor.



2. Bem-estar


A sensação de bem-estar causada pelo chocolate encontra respaldo na ação da endorfina e da dopamina, relacionadas ao relaxamento. Alguns cientistas afirmam que o chocolate é capaz de aumentar a produção dessas substâncias.


 3. Fluxo arterial


Estudos mostram que o consumo do chocolate amargo melhora o fluxo arterial e faz bem à saúde cardiovascular, por diminuir a tendência de coagulação das plaquetas e de obstrução dos vasos sanguíneos. Ajuda a diminuir os níveis de LDL (mau colesterol).



4. Saúde do coração


O chocolate tem efeitos benéficos para o coração. Cientistas da Universidade de Linkoping, na Suécia, descobriram que a versão amarga (rica em cacau) inibe uma enzima no organismo conhecida por elevar a tenção arterial. O resultado positivo é atribuído às catequinas e procianidinas, antioxidantes encontrados na iguaria.



5. Saúde cerebral
                                                                                

O chocolate preto pode reduzir os danos cerebrais após um acidente vascular cerebral, (AVC); segundo um estudo da Universidade Johns Hopkins, nos Estados Unidos. Os cientistas descobriram que um composto chamado epicatequina protege as células nervosas. Os testes foram realizados com ratos e a equipa espera que os efeitos possam ser aplicados em seres humanos.



6. Na gravidez


Consumir chocolate durante gravidez pode ajudar a prevenir a pré-eclâmpsia (hipertensão). Uma pesquisa da Universidade Yale, nos EUA, sugere que mulheres que saboreiam chocolate, pelo menos cinco vezes por semana, estão 40% menos propensas a desenvolver o problema do que aquelas que o consomem menos de uma vez. O composto teobromina, encontrado principalmente nas variedades amargas e meio-amargas, pode ser o responsável pelo benefício.



7. Ataques cardíacos


Pessoas que sobreviveram a ataques cardíacos e comem chocolate podem reduzir o risco de morrer por problemas do coração, segundo pesquisa realizada na Suécia. Testes mostraram que saborear o produto, duas vezes por semana, resultou em 66% menos hipóteses de morrer de doenças cardíacas e, uma vez por semana, reduziu o risco quase pela metade. É rico em antioxidantes, que nos protegem do envelhecimento, causado pelos radicais livres.



8. Dores


Ingerir chocolate pode aliviar dores, de acordo com um estudo da Universidade de Chicago, nos Estados Unidos. A distração de comer ou beber por prazer atua como um analgésico natural. Os testes foram realizados em ratos, mas os pesquisadores acreditam que o mesmo efeito ocorra em pessoas. 





9. Beleza


O chocolate é, cada vez mais, um aliado da beleza. Está presente em produtos para o banho, massagens, máscaras e outros cosméticos. Além do alto poder hidratante, o produto combate os radicais livres, evitando a oxidação das células.




10. Desgaste físico


Dois inquéritos realizados por cientistas da Universidade do Texas, nos Estados Unidos, concluíram que leite com chocolate é a melhor bebida para se recuperar da atividade física. Os benefícios estariam na quantidade de carboidratos e proteínas da mistura.


   
  Fonte: Texto (adaptado) de Vida Brasil 
publicado por Isabel Botelho às 00:48

Abril 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9


25
26

28


subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

blogs SAPO